Oi. Eu sou Marc Veja meu perfil

Minha história

Nasci em Lille, França, e comecei a viajar em 1979, aos 18 anos de idade. Fui para os EUA e outros lugares de carona, com pouquíssimo dinheiro, conhecendo pessoas e lugares. Em Nova Orleans, conheci alguns missionários e fui batizado no lago Pontchartrain. Fui aos EUA três vezes e aprendi um pouco de inglês. Em 1985, viajei para a América do Sul pela primeira vez com a intenção de passar três ou quatro anos conhecendo o mundo sozinho. Mas esse não era o plano de Deus para a minha vida. Em novembro de 1985, conheci a FI em Santos, no litoral de São Paulo, e em maio de 1987 decidi dedicar a minha vida à missão. Conheci a garota que se tornou depois minha esposa, em uma comunidade de AFI em 1988, mas tive que sair do país devido a problemas com o visto, portanto ficamos 11 anos sem nos vermos. Em fevereiro de 1998, finalmente nos casamos, da noite para o dia, me tornei o pai de três adoráveis garotas. Um ano e meio depois, tivemos nossa quarta menina. Suzi e eu vivemos em Belém, no estado do Pará, desde 2001 com nossas duas filhas menores, de 11 e 15 anos.

Por que Sou Membro de A Família Internacional

Depois que conheci AFI, decidi dedicar a minha vida a essa causa porque entendi que para viver algo que vale a pena, a AFI fazia era mais adequada para mim do que qualquer outra organização. Eu amava (e ainda amo) o entusiasmo com que os missionários de AFI pregam o Evangelho e ajudam os necessitados. Acredito firmemente que isso foi a melhor coisa que fiz, por isso continuo aqui, depois de 26 anos!

Como Pratico a Minha Fé

Desde que me tornei parte de AFI, sempre vivi “por fé”, dedicando a vida a Deus e me sustentando por meio de doações e dízimos. Não tenho uma vida de luxo, mas Ele tem cuidado muito bem de mim e da minha família. Nestes 26 anos, nunca atrasei um aluguel nem minhas contas. Deus nunca falha em cuidar dos Seus obreiros. Custa bastante suor (vivo em uma região quente e úmida), lágrimas e até meu próprio dinheiro para ajudar os outros, mas conto com Deus para cuidar de mim e da minha família. Ele sempre cumpriu a Sua parte do contrato.

Linha do tempo pessoal

Novembro 1985
Conheci membros de AFI.
26 de Maio de 1987
Tornei-me membro de AFI em tempo integral em Poá, no estado de São Paulo, junto com um casal e seus 4 filhos.
Agosto 1988
Mudei para a Argentina. Vivi em Posadas, na província de Misiones, e em Mar Del Plata, na província de Buenos Aires, de onde fiz muitas viagens missionárias para regiões próximas.
Dezembro 1991
Voltei para a Europa.
Novembro 1992
Abri uma base missionária com três famílias da Bélgica e Holanda.
1993-1998
Trabalhei e vivi com uma família holandesa e seus sete filhos em Dinant e Tirlemont, na Bélgica.
Março 1998
Passei quatro meses em um lar missionário em Cádiz, na Espanha.
Julho 1998
Visitei lares missionários em Verona e Brecchia, na Itália, e em Rjeka e Zagreb, na Croácia.
Setembro 1998
Voltei ao Brasil. Comecei uma base missionária no estado da Bahia.
Fevereiro 1999
Conheci minha futura esposa, Suzi, e fiquei em Campinas, São Paulo.
Junho 1999
Eu e Suzi nos casamos.
Agosto 1999
Nossa família recém-formada foi para Goiânia, trabalhar com outra família por quatro meses.
Dezembro 1999
Começamos um lar missionário em Manaus, com outra família brasileira. Fizemos muitas viagens missionárias por todo o estado, viajando de barco pelos diferentes rios.
Janeiro 2001
Iniciamos outra obra missionária em Porto Velho, Rondônia.
Julho 2001
Mudamos para Belém, onde nossa filha mais nova nasceu e moramos até hoje.

Experiência missionária

Cuidado e Educação Infantil
Cuidei de crianças em creches e em diferentes ocasiões e lugares —um trabalho que ajudou a me preparar para ser pai.
Evangelização
Já viajei por diversas regiões, estado e países nas duas últimas décadas, principalmente no Brasil e na Argentina, sempre distribuindo produtos para evangelização, que é uma maneira de pregar o Evangelho e também angariar recursos. Fiz shows de fantoches durante vários anos, transmitindo mensagens de fé e valores cristãos em escolas e outras instituições. No momento, uso o Facebook para enviar mensagens edificantes a amigos e pessoas que nos visitam, sempre tentando ser uma influência positiva e disseminar a fé aos leitores.
Auxílio Humanitário/Trabalho Voluntário
Faço um trabalho em penitenciárias desde maio de 2009 e sou coordenador de missões na prisão feminina que visitamos regularmente. Comecei também um projeto em uma nova unidade especial para mães e filhos pequenos, onde elas podem cuidar de seus pequeninos por cerca de um ano. Temos outros projetos em mente para o futuro.

Entrar em contato

  • jeanyves.deroubaix@yahoo.com
  • Freedom Within
  • jeanyves501

Membros

Conhecer outros…