Jesus, Sua Vida e Mensagem

por Peter Amsterdam

Vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou Seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para resgatar os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos.

Deus, em Seu amor, enviou Seu Filho ao mundo, em um momento e lugar específicos, para viver como um ser humano, morrer crucificado e ressuscitar para remir a humanidade, dando-lhe assim a oportunidade de entrar em Seu reino e ter um relacionamento especial com Ele. Os quatro Evangelhos contam essa história — a história de um ser humano ímpar, um judeu galileu, alguém em muitos aspectos como todo mundo e, ao mesmo tempo, muito diferente de todos.

Os Evangelhos nos dizem o que fazia Jesus diferente. Ensinam-nos que Ele veio ao mundo para dar a vida pela humanidade e como, pela Sua morte e ressurreição, a humanidade pôde começar outro relacionamento com Deus. Não veio para ensinar às pessoas a bondade, mas para lhes dar o poder para serem boas, pelo sacrifício supremo que Ele fez por todos. Não há outra história tão importante quanto essa, porque a maneira como as pessoas reagem a esse indivído único — Jesus —, determina o destino delas na eternidade. É por meio dessa história que entendemos a grande dádiva oferecida a cada um: a maneira de nos tornarmos um filho de nosso Pai no céu, o meio para nos tornarmos parte da Sua família e a maravilha de viver com Ele para sempre.

Os Evangelhos constroem o alicerce da fé cristã. Em suas páginas aprendemos que Jesus era mais que um homem bom ou justo, mais que um professor de princípios morais, éticos e mais que um operador de milagres. É nos Evangelhos que vemos que Jesus, esse indivíduo único, é o Salvador prometido por Deus. São os Evangelhos que nos ensinam sobre o cumprimento da promessa que Deus fizera, segundo a qual, pelo patricarca hebraico, Abraão, todo o mundo seria abençoado.

Leia a introdução a esta série na íntegra

Crenças

Mais…
  • De um modo geral, nossas crenças fundamentais são as mesmas abraçadas pelos demais cristãos em todo o mundo. Temos também algumas doutrinas não tradicionais. Uma característica que define nossa maneira de viver e nossa fé é a forma como aplicamos o princípio da Lei do Amor de Deus que, ensinou Jesus, se encerra em dois mandamentos, dos quais dependem “toda a lei e os profetas”.

Valores

Mais…
  • Discipulado

    Incentivamos os indivíduos a seguir Jesus de acordo com a vocação que lhes deu e cumprir o seu compromisso de seguir a vontade de Deus para suas vidas.

Sobre AFI

AFI Online é um site comunitário para membro da AFI internacional. AFI é um convívio cristão dedicado a dividir a mensagem do amor de Deus com as pessoas no mundo todo.

Visite nosso site principal se deseja conhece mais da AFI.

Se for um membro AFI, faça seu login para visualizar outros conteúdos